João Cabral

Carta 4

Barcelona, 29. 1. 1968

Meu caro Murilo,

Recebi a circular com seu P.S. amigo. Gostaria de verdade de mandar algum poema inédito para vocês. Não só por serem vocês o que são, mas para compensar de alguma maneira a gentileza de me mandarem o suplemento – único laço que mantenho com o que se publica no Brasil.
Mas infelizmente nada tenho para mandar. E como ando deprimido e ocupado com o discurso de posse e todos os problemas de ter de viajar para o Rio em abril ( a posse é em maio), não quero me comprometer, porque sei que não cumpriria o compromisso.
Espero que vocês não levem a mal. Mas ando mesmo como disse.
Um grande abraço para vocês todos. Vou ver se nesse mês de alfaiate que tenho para passar no Rio antes da posse, entre uma prova e outra do fardão, posso dar um pulo em Belo Horizonte para matar saudades de vocês.
Um abraço muito afetuoso do

João Cabral de Melo


Carlos Drummond
Fernando Sabino
Henriqueta Lisboa
João Cabral
Carta 1
Carta 2
Carta 3
Carta 4
João Etienne
Mario de Andrade
Murilo Mendes
Murilo Rubião
Pedro Nava
Silviano Santiago
Várias
   
© 2012 . Murilo Rubião . Todos os direitos reservados